Claudia Marosin Hanisch
Porto Alegre, RS

Três partos naturais, sendo dois em casa


 

Queridas amigas! Estou aí novamente e tentarei resumir meus 3 partos... todos naturais:

Minha primeira filha tem hoje l8 anos, eu tinha 2l anos na época em que
estava grávida e enfrentei a maior resistência médica para fazer um parto de cócoras. Eu já era vegetariana e caiu em minhas mãos uma revista que falava sobre partos de cócoras, na água...e fiquei fascinada. Fui à luta e troquei de médico já no final da gestação. Eu praticava yoga, natação e sempre fiz exercícios físicos. O médico que me aceitou - Itassucê Machado - creio que na época era o único com a concepção de aceitar fazer um parto de cócoras e com certeza, passamos confiança um ao outro mesmo no pouco tempo que restava.

Meu parto foi MARAVILHOSO, de cócoras como eu queria, minha irmã assistiu e fotografou, mas foi em um Hospital. Saí da mesa após a pequena episio, com meu bebê de 3,750Kg no colo e levei-a para o berçário. Após 15 anos, tive meu segundo filho - Klaus, de parto domiciliar, de cócoras novamente SEM EPISIOTOMIA, com 4,l00Kg. Foi ainda mais lindo, pois tive a presença do pai e também de minha filha mais velha, além da equipe do Ricardo, Neusa e Cris. Detalhe: Não imaginava que teria tanta dificuldade de encontrar quem fizesse um parto de cócoras tantos anos depois...Encontrei o Jones também já no final da gestação. Recuperação do parto fantástica, em l0 dias eu já estava animando festa (que é meu trabalho) fantasiada de bruxa.

Bem! O Alan veio iluminar mais esta história de vida...quase 3 anos depois, embora separada, assumi a gestação sozinha, não fiz pré-natal, somente alguns exames e 2 ecos. Eu me sentia muito bem e sempre confiei muito em Deus e meus mentores espirituais. Procurei Jones e sugeri um parto na água (comprei até uma piscina) mas não deu tempo de encher...o trabalho de parto foi muito rápido e tranquilo, e após atender 4 festas infantis e ainda me fantasiar de Urso Puff, saí da festa em início de trabalho de parto. Dois dias antes, começou a "vazar" um pouquinho de água e eu já estava de prontidão.

Desta vez, minha mãe, minha filha e namorado e Klaus com 2 anos e 7 meses estavam em casa. Cheguei do trabalho, tomei um bom banho e deitei-me para conversar com o bebê: que a mamãe estava muito cansada, se ele podia nascer de dia ao invés da madrugada ( o trabalho de parto do Klaus foi a noite toda), eram mais ou menos 23h de um domingo.Fui anestesiada por meus mentores espirituais, levantei menos de uma hora depois (próximo ã meia-noite) como se eu tivesse dormido 8h tranqüilamente, as contrações iniciaram, liguei para a Cris (doula), quando ela chegou eu estava em baixo do chuveiro fazendo exercícios de respiração, logo chegaram Jones e Neusa e foi um parto ainda mais MARAVILHOSO. Tive Alan na sala de meu apartamento num clima super tranquilo, com música de golfinhos e incenso queimando, Minha filha fotografou a parte em que o Jones atuou, Alan pesou 4,200Kg e não tive nenhuma ruptura.

A preparação para o parto com Yoga foi muito importante, pois houve um momento em que senti que a saída do bebê dependia única e exclusivamente de mim, relaxei o períneo em meio ã forte contração e ele veio em seguida para meu colo cheio de luz, o umbigo foi cortado mais adiante e chegamos a brincar quem cortaria. Quinze minutos depois, Klaus que dormia no quarto acordou e veio recepcionar o mano tão esperado. Alan nasceu antes das 3h da madrugada e foi recepcionada com as honras da família...Pela manhã eu já podia trabalhar dentro de meu ritmo, já que meu escritório é em casa. Em nenhuma das vezes soube o que era depressão pós-parto, até porque tive sempre boa recuperação e tratei de voltar logo sã minhas festas infantis.

Hoje, quando converso com algumas mulheres, vejo quantas foram injustiçadas por uma cesárea desnecessária, mas vejo também que há muito MEDO incutido muitas vezes pelos médicos. Sou uma pessoa espiritualista e sempre confiei na assistência superior. Nunca pensei nas coisas negativas(e até houve), mas nada que com a fé em si próprio não se possa resolver.

MULHERES! ACREDITEM EM SUA FORÇA INTERIOR, ELA EXISTE E SÓ DEPENDE DE VOCÊS!!

Claudia Marosin Hanisch
E-mail: chanisch@hotmail.com
Porto Alegre, RS

Não deixe de ver as séries de fotos dos últimos dois partos de Claudia em www.amigasdoparto.com.br/imagens.html

 

página principal          menu de depoimentos


Direitos Autorais